Autoridades discutem viabilidade de produção de etanol pela agricultura familiar – Cenário da Notícia em Lucas do Rio Verde e Região

Na primeira palestra, o deputado federal Jesus Rodrigues, do PT do Piauí, falou das políticas públicas para a agroenergia com foco na agricultura familiar. Ele viajou no tempo e fez um balanço da crise energética brasileira a partir de 1973, passando pela criação do Pró-Álcool – Programa Nacional do Álcool, um programa de substituição em larga escala dos combustíveis veiculares derivados de petróleo por álcool, até os desafios do País hoje, na produção de etanol.



 



Com experiência acadêmica e de pesquisador, Juarez de Sousa e Silva, professor titular da Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais, foi o segundo destaque do dia no simpósio, com o tema Viabilidade técnica e econômica de etanol e aguardente em pequenas propriedades. O professor fez um balanço do cultivo da cana-de-açúcar no Brasil e destacou que a produção de álcool não compete com a produção de alimentos no País.



Para aumentar a produção de cana-de-açúcar e, consequentemente, mais alimentos, ele defendeu uma maior carga animal por hectare nas vastas áreas onde são produzidos bovinos. “Por que não aumentar o número de animais por hectare, para que tenhamos mais áreas para o cultivo da cana-de-açúcar e alimentos”, indagou Juarez de Sousa e Silva.



Lembrando que o Brasil é o maior produtor mundial de etanol através de cana, ele defendeu também a instalação de microdestilarias para melhorar a distribuição do álcool em todo o País. Segundo ele, as microdestilarias criam estrutura na agricultura familiar, “com retorno econômico e investimentos no próprio negócio, além de contribuir para a redução de emissões de gases na atmosfera”.



Foram palestras também nesta segunda-feira 17, o pesquisador Fabio Cesar da Silva, da Embrapa Informática Agropecuária (Campinas, SP), com o tema cana-de-açúcar para a produção diversificada de etanol, açúcar mascavo e aguardente em nível de agricultura familiar; José Nildo Tabosa, pesquisador do Instituto Agronômico de Pernambuco, que focou o Sistema de produção de sorgo sacarino na entressafra de cana-de-açúcar para produção de etanol eaguardente: problemas e desafios, além do pesquisador Felix Gonçalves de Siqueira, da Embrapa Agroenergia (Brasília, DF). Este, falou da Agricultura familiar: potencial integração entre a fabricação de etanol amiláceo e/ou celulósico e a cadeia produtiva de cogumelos no Brasil.



Nesta terça-feira 18, segundo e último dia do evento, mais seis palestras serão desenvolvidas. Pela manhã, de acordo com a programação, a primeira palestra será feita pelo pesquisador José Dilcio Rocha, da Embrapa Agroenergia. O tema é Briquetagem e outros processos termoquímicos de importância para a agricultura familiar. Cícero Nogueira, professor da Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, é o segundo a falar. Ele vai focar Processos e matérias primas para microdestilarias em pequenas propriedades.



Ainda pela manhã, fala no evento o técnico José Luiz Limana, da Limana Poliserviços, também de Santa Maria. O tema da palestra dele é Plantas de microdestilarias flex para a agricultura familiar. Em seguida, o técnico Eduardo Cauduro Mallmann, da Green Social Bioethanol, de Porto Alegre, vai focar o Bioetanol Social – independência energética sustentável.



À tarde, a partir das 14 horas, o professor Leandro Marelli de Souza, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – ESALQ, em Piracicaba, São Paulo, faz a palestra Produção de cachaça de qualidade: uma alternativa para a agricultura familiar. Fechando o simpósio, o pesquisador Marcos Emanuel Veloso, da Embrapa Meio-Norte, falará sobre Plano de trabalho: transferência de tecnologia e inovação tecnológica em agroenergia para a agricultura familiar do Estado do Piauí.



Fonte: Embrapa Meio-Norte

 

 

Autoridades discutem viabilidade de produção de etanol pela agricultura familiar – Cenário da Notícia em Lucas do Rio Verde e Região.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s