G1 – Nova técnica usa gordura para ‘cultivar’ orelhas em laboratório – notícias em Ciência e Saúde

Nossa vida de cada dia...

Método pode ser forma menos agressiva de corrigir malformação congênita (Foto: BBC)

Médicos do hospital Great Ormond Street, em Londres, estão desenvolvendo uma forma de reconstruir partes do rosto com células-tronco obtidas a partir de amostras de gordura do próprio paciente.

A equipe já conseguiu criar cartilagem em laboratório e acredita que a técnica pode ser usada para refazer orelhas e narizes.

O estudo com a descrição do novo método foi publicado no periódico Nanomedicine.

Especialistas acreditam que ainda há um longo caminho a ser percorrido, mas que a técnica tem potencial.

Os médicos querem tratar condições congênitas como a microtia, na qual há uma malformação ou ausência completa da orelha.

Até o momento, a técnica mais usual para corrigir esse problema em crianças envolve a retirada de cartilagem de suas costelas.

Depois, o tecido é esculpido cuidadosamente por cirurgiões para que se assemelhe ao formato de uma orelha. Em seguida, a ‘orelha’ é implantado no paciente.

Esse método requer múltiplas operações…

Ver o post original 388 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s