Frango caipira é alternativa para produtores

Com o aumento do consumo de carne de frango no Brasil, a alternativa da produção de galinha tipo caipira tem agradado produtores rurais de Mato Grosso do Sul. Se um produtor abate 200 frangos por mês, pode vender cada cabeça por R$ 20 em média. O custo de produção é estimado em 20% do investimento. Nessa média, se conseguir vender todas as cabeças, o ganho do mensal do produtor pode chegar a R$ 3.200.
A criação de frango tipo caipira se destaca pela rentabilidade ao produtor. A instalação das aves não requer grande investimento e pode ser adaptada a um galpão ou a um espaço sem uso na propriedade. Os gastos com alimentação se resumem a água e ração. “Um frango consome de 8 a 10 quilos de ração durante seus 85 dias de vida. A ave precisa de liberdade e água. Esses são os requisitos básicos para quem quiser investir no setor”, explica o instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS – Sistema Famasul), Francisco Ferreira, que ministrará de 5 a 7 de novembro em Bela Vista, o curso ‘Criação de frango tipo caipira’, oferecido pela entidade.
O instrutor do Senar relata que a criação de frango tipo caipira é rentável, pois atende à demanda da população. “Muita gente prefere consumir devido ao sabor e textura da carne, devido à criação ser natural de criação, sem hormônios”, sustenta. No Estado, a criação de frango tipo caipira sucede principalmente em assentamentos, com destaque para a avicultura familiar. “Os pais ensinam os filhos a compreenderem que o negócio é rentável e assim eles ajudam a compor a renda da família”, salienta Ferreira.
Ferreira vê na legalização da criação de frango uma dificuldade para os pequenos produtores. “Não há uma lei específica que beneficie o produtor. Ele precisa abater as aves e não tem para quem recorrer”, enfatiza o instrutor, que crê ainda na implantação de companhias para realizar esse processo. Na semana de 4 a 8 de novembro, o Senar oferece 58 capacitações ao homem do campo. Conheça o calendário de cursos no site www.senarms.org.br e acompanhe as ações da instituição através do Facebook.com/senarms ou, para mais informações, ligue no 3320-9700.

Frango caipira é alternativa para produtores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s