Mais caminhos para o etanol brasileiro

07/12/2010 – Etanol

O Brasil deu um salto fundamental e inédito para transformar o etanol em commodity internacional e possibilitar a difusão do produto pelos principais mercados do mundo, como EUA e Europa. Em novembro, depois de dois anos de análises, 30 laboratórios internacionais deram o aval técnico a padrões de medição de etanol e biodiesel produzidos em conjunto pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) e o National Institute of Standards and Technology (Nist), dos EUA. Essa espécie de “etanol universal” servirá de parâmetro para a comercialização do álcool combustível no mundo.

Trata-se de uma preocupação antiga do Brasil, líder no setor de biocombustíveis, que quer incentivar a produção e popularizar o etanol como combustível, mesmo misturado à gasolina. O etanol produzido em Caribe, África, EUA e Brasil, por exemplo, poderá ser analisado sob os mesmos padrões. Tais padrões, os Materiais de Referência Certificados (MRCs), garantem que os resultados das análises químicas possam ser rastreados, assegurando a qualidade do biocombustível, fundamental para que o produto tenha credibilidade.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s