Problemas climáticos antecipam colheita da laranja em São Paulo

Produtores perderam o equivalente a 24 milhões de caixas da fruta; estimativa de produtividade média foi de 1,7 caixa/pé
Os produtores de São Paulo já colheram 80% da safra de laranja deste ano, de acordo com levantamento inédito da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), realizado em parceria com órgãos de agricultura do Estado. Um estudo sobre o maior produtor do Brasil foi divulgado nesta quarta, 3 de novembro, e justifica a antecipação da colheita – que normalmente ocorre até janeiro – por causa de questões climáticas.

– O excesso de chuva na época da floração e a estiagem no período de desenvolvimento de frutos tornaram esta safra atípica – explicou o diretor de Política Agrícola e Informações da Conab, Silvio Porto.

A produção inicial estimada seria de 318,6 milhões de caixas de 40,8 quilos cada. Mas os problemas climáticos geraram a perda de 24 milhões de caixas e a estimativa de produtividade média foi de 1,7 caixa/pé. Segundo Porto, se as condições climáticas estivessem dentro da normalidade, o índice teria chegado a mais de 2 caixas/pé.

A produção estimada para 2010 é, portanto, de 292,7 milhões de caixas. Desse total, pouco mais de 244,5 milhões de caixas (83,4%) são destinadas para a indústria e o restante, 48,6 milhões (16,6%), são comercializados por meio do varejo e consumidos diretamente in natura.

O perfil da mão-de-obra envolvida com a produção da fruta também foi contemplado no levantamento. São 80,7 mil trabalhadores nas lavouras de São Paulo. Mais da metade está nos pomares de pequeno porte (até 48 hectares), com 44.389 pessoas.

– Desses trabalhadores, 24 mil são proprietários, arrendatários, parceiros e parentes, caracterizando uma mão-de-obra muito familiar – disse o diretor.

Por serem mais mecanizados, os pomares acima de 300 hectares absorvem 15 mil pessoas.

Trabalho inédito

A realização do estudo foi possível graças à parceria entre o Ministério da Agricultura, por meio da Conab, e a Secretaria de Agricultura de São Paulo, com o Instituto de Economia Agrícola (IEA) e a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), vinculados ao órgão estadual.

– Isso demonstra a relevância de apoiarmos este setor e termos um dado público que permita aos produtores acesso a uma informação sem nenhum tipo de viés econômico – defendeu Silvio Porto.

O secretário de Agricultura de São Paulo, João Sampaio, explica que a pesquisa atende a uma demanda antiga do setor, que sempre se mostrou interessado em informações oficiais e qualificadas.

– O que produtor mais necessita é de informação, que faz com que ele possa avaliar se compensa continuar investindo, se está na melhor hora de vender sua safra – afirma.

Esse primeiro levantamento de campo envolveu técnicos dos governos federal e estadual, que, entre 16 de agosto e 17 de setembro, visitaram 600 unidades produtivas do Estado. Ainda este mês, mais uma pesquisa será feita para consolidar os resultados desta safra e anunciar as perspectivas para 2011. A ideia é que sejam realizadas, por ano, três estimativas para a safra dos principais Estados produtores: São Paulo, Bahia, Minas Gerais, Sergipe e Paraná, que respondem por 95% do cultivo da fruta no Brasil.

Destaque internacional

O país é líder na exportação de suco de laranja, com 70% do mercado mundial.

– De cada 10 copos de suco de laranja consumidos no mundo, com exceção dos Estados Unidos, sete saíram da citricultura brasileira – apontou o secretário paulista.

Entre janeiro e setembro deste ano, o setor arrecadou US$ 1,2 bilhão com as vendas externas, e a estimativa é fechar 2010 com mais de US$ 2 bilhões.
Canal Rural
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s