UE aprova 2 variedades de milho transgênico da Monsanto

A União Europeia (UE) aprovou, em 28 de julho, a importação, por países do bloco, de duas das tecnologias combinadas da Monsanto para milho para processamento de alimentos e ração. A decisão da UE ocorre em um momento de consolidação da biotecnologia nos Estados Unidos e também em outros países produtores de grãos, como o Brasil, devido ao reconhecimento dos benefícios gerados, como mais rentabilidade, redução de custos e a utilização de menos recursos naturais.

“Estamos animados com a decisão da União Europeia de seguir a recomendação científica independente da Autoridade Europeia de Segurança Alimentar [EFSA]”, afirmou Jerry Hjelle, líder global de Regulamentação da Monsanto. “Os produtores adotam essas e outras tecnologias com o objetivo de melhorar a produtividade de suas lavouras de forma sustentável, usando um volume menor de pesticidas. Além disso, essas autorizações permitem o embarque de grãos derivados desses produtos para uso na elaboração de rações”.

As variedades aprovadas foram as YieldGard VT Triple (MON 88017 x MON 810) e a Genuity VT Double PRO (MON 89034 x NK603) –

O milho YieldGard VT Triple é popular entre os agricultores norte-americanos e controla um grande espectro de insetos terrestres e aéreos. Estima-se que essa tecnologia esteja presente em 30% das lavouras plantadas com a cultura nos Estados Unidos neste ano.

Já o milho Genuity VT Double PRO, que também protege a planta contra pragas, acaba de ser introduzido nos EUA e está em fase de testes na Argentina, no Brasil, no México, na África do Sul, nas Filipinas, na Indonésia e no Vietnã.

“A decisão da União Europeia é um avanço em relação à aprovação de mais produtos de biotecnologia. O milho MON 89034 x NK 603 encontra-se em avaliação no Brasil. Esse milho combina duas proteínas para proteção contra o ataque das principais pragas do milho e a tolerância ao glifosato. O milho MON 89034 x NK603 possibilita ao agricultor produzir mais, reduzir a utilização de inseticidas, cultivando o milho de maneira mais sustentável’, afirma Geraldo Berger, diretor de Regulamentação da Monsanto do Brasil.

(Redação – Agência IN)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s